Ask a gay man? No, thanks.

É sabido que muitos homens gays gostam de moda. Claro que isso não é uma regra, mas muitos deles tem um absurdo senso de estilo que bota a mulherada no chinelo. E volto a afirmar: isso não é regra meeeeesmo! E nem é conseqüência da opção sexual dos rapazes. Tem alguns gays que não entendem nada de styling, ora bolas! Não é todo gay que é um Carson Kressley, o hilário e fabuloso stylist do programa de tv “Queer Eye For the Straight Guy”. É um problema, porque agora isso virou modinha e hoje qualquer gay em qualquer esquina que penteie seu cabelo melhor do que um hétero já se acha no direito de ser um guru da moda. Faça-me o favor, né?

E este post eu dedico totalmente ao auto-entitulado guru fashion, Sr. William Sledd. Esse rapaz personifica exatamente o que eu acabei de descrever. Bem, William trabalha na Gap, mas sua principal ocupação atualmente é ser uma celebridade da internet (olha que coisa modernosa, não?). Ele tem seu próprio website onde também escreve um blog de moda, mas o que faz dele uma celebridade é sua série de vídeos no Youtube, nomeada “Ask a Gay Man” (Pergunte a um cara gay). O que tem de bom? Bem, William é muito engraçado, caricato, aparecido, bonitinho e estiloso. Vai arrancar muitas risadas suas só pelas caras e bocas que ocupam boa parte de seus vídeos. Mas isso é muito pouco, sinceramente. Porque, para ser bem sincera, ele é simplesmente um cara estilosinho que gosta de consumir moda. Não estou dizendo que ele não entende nada de moda (e quem sou eu para dizer quem entende ou não), mas para vocês terem noção, o rapaz teve a pachorra de colocar uma câmera escondida no seu carrinho de supermercado para analisar o que as pessoas vestiam para fazer compras. E ele detona o visual do pessoal sem dó…

Mas o que isso quer dizer? William personifica o ideal fashion americano: pronto para consumo, feito para as massas, produzido em larga escala, etc. O rapaz é muito caricato, assim como suas roupas o são, e você sabe o que esperar de uma pessoa que não vê nas roupas muito além de tendências sazonais, não enxerga o potencial artístico de uma peça de moda. Só podemos esperar pura e simples mediocridade. Sim, eu afirmo sem receios: William Sledd é simplesmente medíocre. Eu fico até com pena do rapaz imaginando caso ele tivesse que analisar as pessoas que aparecem em sites como o Hel Looks, The Face Hunter ou The Sartorialist, com todos aqueles looks da cultura underground, cheio de peças retrô e nada convencionais. Ele ia chorar, coitado! Mas eu não sou só críticas ao Mr. Sledd. Como eu disse, ele é engraçado e os vídeos são suuuuuper bem feitos, um show à parte. Mas aquele lance de “hey, bitches” é um saco. Oh, céus! Não entendo como as pessoas conseguem usar essa expressão, mesmo sabendo que não quer dizer o que realmente significa… Bitch é a mãe.

Resumindo, eu realmente não pediria dicas para ele. William Sledd ainda precisa comer muito arroz com feijão nesse mundo fashion. Freqüentar lojas mais interessantes do que a Gap pode ajudar, pra começo de conversa. Ask a Gay Man? No, thank you very much.

One thought on “Ask a gay man? No, thanks.

  1. Nossa, vc está totalmente sem noção, primeiro, o William não é simplesmente um auto-entitulado guru da moda como vc fala, não é só ele q eh consumista, TODOS os norte americanos(moradores do US) são, e vamos ser sinceros, se vc tivesse o dinheiro q ele tem nao compraria todas as roupas possiveis?? logico né ,segundo, ele é no mínimo esperto, ele entende d moda mas não usaria todo seu potencial num site gratuito como o youtube por exemplo, por isso mesmo ele tem seu proprio site de vendas. E pra finalizar, aprenda inglês antes d falar absurdos, todos sabem q ele satiriza mtas coisas nos videos, ele nao eh mediocre e sim um ator e comediante, talvez vc nao entenda o q ele fala, e qnto ao “bitches”, nao analize uma palavra isolada, todas pertencem a um contexto, ele nao a usa sentido pejorativo e sim como um vocativo sem significado. E mais um detalhe, atualize-se, o termo “opção sexual” já caiu de moda a mto tempo, desde quando a OMS divulgou pesquisas sobre homossexualismo e todos sabemos hj em dia q não é doença e mto menos opção, e sim orientação sexual.
    Como é triste ver em apenas uma página de um blog tanta asneira!! E além do mais vc se auto-rotula capaz de julgar William Sledd! Medíocre aqui só vejo uma pessoa:vc!
    E uma coisa me faz pensar, seria inveja a causa disso tudo?
    Em bom inglês, you tell me!
    Bye bitch!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s