Change Clothes

Esse vídeo é algo assim, podemos dizer, antigo. E por antigo leia-se 2003. Mas fazia um tempo que eu não assistia e quando assisti de novo hoje, refleti um pouco sobre como os rappers e todos os envolvidos na cultura hip hop adoram moda. E como a consomem! E não é qualquer moda, ou só streetwear. Eles querem mais é alta-costura! Foi-se o tempo em que ser rapper significava ter um armário composto basicamente de roupas esportivas em tamanho quatro vezes maior do que o necessário. O que é, realmente, um alívio para os nossos olhos. Eu gosto muito de ver gente emperequetada, mas a febre do “bling-bling” é de cegar o olho de qualquer um.

Ora, bling-bling é o termo que eles usam na comunidade hip hop para designar esse estilo de vida repleto de ostentação, em que a marca registrada é andar coberto de jóias, como os rappers adoram fazer. É claro que há muito mais por trás do bling-bling do que somente ostentação. Se formos analisar mais profundamente, é algo muito mais forte do que nós brasileiros podemos imaginar quando assistimos aos clipes de hip hop americanos e nos deparamos com toda aquela ostentação aparentemente patética. Mas o fato é que, numa sociedade de racismo arraigado como a americana, onde as oportunidades para um negro e um branco ainda diferem, um negro aparecer na televisão por causa de sua música (ou sua arte, para os que assim a consideram) totalmente negra (afinal de contas, o hip hop nasceu na comunidade negra), fazendo o maior sucesso entre diferentes mercados do MUNDO TODO e ganhando rios de dinheiro… Bem, é algo a se comemorar, e muito! Ou seja, por mais que pareça bobagem ver aquela ostentação toda nos videoclips de hip hop, é algo que vai muito além do dinheiro. É mais uma forma de afirmar o espaço da comunidade negra na sociedade americana e, de certo modo, estão dizendo “olha só, estamos aqui, espalhando nossa cultura pelo mundo e ganhando muuuuuito dinheiro com isso, muito mais dinheiro do que você, mesmo que não sejam oferecidas as mesmas oportunidades para crianças negras e brancas”. Parece uma coisa arcaica, mas o fato é que é assim mesmo, todas essas coisas ainda estão muito mais presentes do que imaginamos. Infelizmente.

Já até tive minha fase mais hip hop. Hoje nem ouço mais. Mas algumas coisas merecem nossa atenção, como esse vídeo lindo em parceria com o fofo Pharrell. Modelos maravilhosas, uma passarela fervilhante, caras e bocas de Naomi Campbell. E a música ainda é boa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s