Algumas considerações sobre Maxibags & Tote Bags

maxibolsas.jpg
Maxibolsas da DSquared2 e da Marni

Se você mora neste planeta sabe que a bolsa do momento é IMENSA, colorida e envernizada. E provavelmente ainda permanecerá por mais uma estação. Elas são as maxibags, ou maxibolsas, essas bolsas gigantes e maravilhosas, que surgiram para acabar com o sofrimento que era tentar colocar mil coisas dentro de uma bolsinha modesta. Sem falar que, comparado ao tamanho da bolsa, dá uma ilusão de que a pessoa é mais magra (huahua!). Mas, como toda moeda tem dois lados, as usuárias da super maxibag ficaram tão entusiasmadas com a idéia de carregar o mundo na bolsa que agora estão sofrendo de dores nos ombros, costas, pescoço, e por aí vai… Quem disse que ser mulher é fácil, hein?

Agora… e a tote bag? Ok, não vou dizer que todo mundo que mora neste planeta conhece, mas se você é um modernosinho antenado no que acontece lá fora, já deve pelo menos ter visto uma ou ouvido falar de uma. As tote bags são, basicamente, sacolas. Geralmente são de tecido ou de lona e tanto a americanada quanto a europaiada carregam uma pra cima e pra baixo diariamente. São sacolas ecologicamente corretas, que servem para as compras do dia-a-dia e para carregar aquele extra que não vai na bolsa. E como no hemisfério norte não existe esse costume de fazer compras do mês, você já pode imaginar o quanto a tote bag sai às ruas, né? Homens e mulheres usam, estilosa e democraticamente. A tote bag é uma mão na roda, baratinha e a quantidade de modelos bacaninhas é infinita.

totebag1.jpg tote1.jpg
Tote bag da Patricia Field com estampa da House of Field, e tote bag da Imaginarium, com estampa de toca-discos.

Esses dias, zanzando pela Zara, eu me deparei com uma tote bag muuuuuito bonitinha, com estampa de uma caveira pixelizada, um charme. E fiquei pensando em comprá-la. Mas aí me dei conta: O que é que eu vou colocar nessa tote bag? Tudo o que eu preciso carregar cabe dentro da minha maxibolsa, que é tão maxi que sempre sobra espaço! Ter uma tote bag implicaria em arranjar mais alguma coisa pra segurar, mais uma mão ocupada carregando uma sacolinha charmosa… Conclusão: eu passei longe da tote bag, deixei quieto mesmo. Fiquei pensando: É possível, numa era de maxibolsas que comportam toda nossa tralha, usar uma tote bag e não parecer “over”? Eu fiquei me imaginando, do alto dos meus 1,56 (aff!), com minha maxibolsa que é quase do meu tamanho e mais uma sacolinha. Mesmo que eu tirasse algumas coisas de dentro da maxibolsa pra carregar na totebag, como alguns livros por exemplo, eu ia sentir a falta de praticidade falando mais alto. Pra que carregar em mais uma, se eu posso carregar tudo em uma? Sem falar na possibilidade forte de que eu acabasse jogando a tote bag dentro da maxibolsa, só pra me poupar de ficar carregando uma! É, pelo jeito, enquanto aqui em casa vigorar a ordem das compras do mês, a tote bag ficará meio sub-utilizada, infelizmente. Ou o jeito será usar a tote bag como bolsa vez ou outra. E ainda me mordo de raiva quando vejo um modernosinho estiloso andando pela rua com uma tote bag metida e mais uma mochila de proporções faraônicas nas costas…

Anúncios

2 thoughts on “Algumas considerações sobre Maxibags & Tote Bags

  1. Ou um, ou outro…
    Tenho uma tote bag… e saio só com ela, como se fosse uma bolsa… dá a sensação de que tudo vai cair… mas me acharia over demais, se saisse com duas bags!!!!!!!!!!!!!!
    beijo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s