Minha musa inspiradora: Jenny Packham

Tem gente que acha a Vera Wang o supra-sumo do bridal internacional. Tem gente que prefere grandes clássicos da moda fazendo bridal, como Oscar de La Renta (eu mesma sou tiete!). Tem gente que acha que vestido de noiva tem que ser da “terrinha”, e por isso prefere estilistas brazucas de sucesso como a Emanuelle Junqueira, a Wanda Borges ou Samuel Cirnansck.

Tudo muito bom, tudo muito bonito. Mas não há Vera Wang neste mundo que me convença de que a senhorita Jenny Packham não é um gênio do bridal atual! Tudo o que ela faz tem um je ne sais quoi, um gostinho vintage que me deixa arrepiada. Acho que não existe uma peça dela que eu não usaria feliz (claro, se eu tivesse aquele corpinho de modelo). Não é à toa que essa estilista britânica faz a cabeça de tantas celebridades. Claro que não é o típico vestido de noiva, a típica silhueta de princesa. Mas eu também não sou a típica noiva, tô longe disso! Eu gosto dessa atmosfera sexy e boêmia que os vestidos da Jenny Packham evocam. Works for me!

Guardo sempre as referências dos vestidos da Jenny no arquivo de inspirações, porque a estética é bem próxima do que eu pretendo seguir no meu próprio vestido. Referências aos anos 30 são constantes e muito apropriadas. Que noiva não se sentiria uma deusa da Old Hollywood usando um vestido Jenny Packham? Afinal de contas, existem mulheres que não querem parecer uma toalha de mesa rendada ou um algodão-doce. Jenny Packham é a salvação delas.

Ver esse vídeo dá uma saudade de Londres…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s