Musical trip pra segunda-feira…

… porque a gente merece uma música pra dar uma animada. Não tá fácil essa vida, né gente? hehehe… Enjoy!

Anúncios

Sobrancelha Tudo. Sobrancelha Nada.

Lembra nos anos 80/90 quando Brooke Shields reinava com seu sobrancelhão lindo? Bons tempos aqueles em que podíamos tirar férias da pinça! Depois disso, com as tendências minimalistas da década de 90 e 00, fomos obrigadas a cada vez mais ter menos sobrancelha. O bonito era ter sobrancelha ultra fina e desenhada.


Brooke Shields reina absoluta com sua super sobrancelha!

Nossa sorte é que a moda é cíclica, e uma hora as renegadas sobrancelhas teriam de fazer um comeback digno. Tenho boas notícias: Elas estão de volta. Você que tem uma sobrancelha mais encorpadinha, comece a se acostumar com a idéia de tê-la reinando no make.

Sabe aquela expressão de make “boca tudo, olho nada” ou “olho tudo, boca nada”? Pois a tendência para sobrancelhas desse inverno também é tudo ou nada (adooooro extremos!). Ou você deixa ela super em evidência ou a apaga completamente. A tendência de sobrancelha apagadinha já vem de alguns meses pra cá, apareceu num monte de desfiles, mas eu ainda não vi muita gente aderindo. Mas que é um visual diferente e moderno, isso é. Pra fazer a sobrancelha apagada sem ter que recorrer à água oxigenada (medo!), algumas váááárias camadas de corretivo aplicadas com pincel de rímel (aplique nos dois sentidos do crescimento do pêlo) e pronto, você já faz parte do time da sobrancelha nada. É bom fazer o teste com make antes porque a sobrancelha tudo ou nada pode te deixar linda ou horrorosa. Tem que ter bom senso pra aderir ao que combina melhor com o seu rosto de maneira geral. Agora, inspire-se!

Ashley Olsen: sobrancelha tudo. Mary Kate Olsen: sobrancelha nada feita com corretivo (e que cabelo é esse, amada?).

Mary Kate com o visual sobrancelha nada, agora descolorida.

Keira Knightley: sobrancelha tudo.

Camilla Belle: sobrancelha tudo chic, super marcada!

Zoe Saldana não descoloriu, mas aderiu à tendência da sobrancelha nada feita com make.

Ana Paula Arósio, musa do sobrancelhão brasileiro.

Inspiração nada: Sobrancelha descolorida no desfile de Arnaldo Ventura (Casa de Criadores).

Inspiração tudo: Mega contraste na sobrancelha marcada de Anne Hathaway, pro filme Alice de Tim Burton.

Buzz, buzz, buzz…

Tá todo mundo falando, todo mundo comentando as estréias dessa semana na Warner e na Sony! Eu comemorei a estréia de 90210 (hoje, by the way), apesar de eu já estar adiantada em 8 capítulos (obrigada, Deus, pela internet!) que já passaram lá na terrinha do tio Sam.

Tem gente também entusiasmadíssima pela volta de Gossip Girl, com sua segunda temporada apimentada e all dressed up. Eu nunca consegui assistir um episódio inteiro de Gossip. Sei lá, acho que me irrita um pouco aquela síndrome de The O.C. (filhos de 15 com cara de 25 e pais de 45 com cara de 35), sem falar que a pimenta que tempera Gossip Girl pra mim não cola tanto. Muito menos colaram os figurinos da primeira temporada, que eu espiei vez ou outra. Mas dessa vez, os últimos episódios da primeira e os teasers da segunda temporada me colocaram a pulga atrás da orelha. Teria eu subestimado a ex-assistente de Pat Field como figurinista de Gossip? É, acho que sim. Então me programei pra colar os olhos nessa estréia hoje. E, dito e feito: nada de decepção. Figurinos fofos, meio clichês às vezes, mas bem rebuscados e estilosos. Tinha um quê de Pat Field no ar, a figurinista aprendeu bem. Destaques pra Blair, Serena e Chuck, que sempre ganham figurinos mais over , e acho que justamente por isso eles se destacam em estilo. Nem sempre menos é mais.

series2
Blair, de volta e estilosa, frente e verso!

E, tenho que admitir, elas são lindinhas demais. Ai, como é bom ser adolescente na tv…

Lindinha também é a galera do elenco novo de 90210. O novo Brandon (que agora chama Dixon) é um charme, assim como o novo Dylan, tão pouco carismático quanto o velho Dylan. E ele até tem umas entradas na testa, mas é de leve… Mais Dylan que isso, só se tivesse o mesmo estilo bad boy de se vestir. E não tem, o que é uma pena. Os rapazes da série não são de NY, são de Hollywood, né? Não dá pra esperar que eles façam o estilo Gossip Girl de ser.

90210
E vocês achavam que só o Dylan tinha aquelas entradas, né? Que nada, Ethan logo logo chega lá…

Já as meninas estão em pé de igualdade. Cada uma mais lindinha que a outra, andando pelos corredores da High School em saltos meia-pata que vão de Chanel pra cima e além. Mas uma coisa me chamou a atenção… Sei lá, acho que é porque eu não tenho assistido muita televisão ultimamente, acho que estou ficando velha e perdendo os referenciais e padrões de beleza adolescente do momento (até pouco tempo eu nem sabia quem eram os Jonas Brothers e me orgulho disso!), mas eu achei todas as meninas tão… MAGRINHAS. Tudo bem, elas teriam teoricamente 15 anos de idade, mas… elas são tão fininhas que às vezes dá medo de bater um ventinho e levar uma delas. Abro uma exceção aqui para a loira fenomenalmente encaracolada que é AnnaLynne McCord (interpretando Naomi), com seu corpinho mais saudável.

annie
Tá pensando o quê, ser a nova Brenda exige este corpinho, meus caros…

series
E o oscar de melhor vestido vai para a velha Brenda, floral com bolsinhos! Ai, que coisa LINDA!

series4
Sósia da Tiffany Thiessen depois de um ano tomando só shake da Herbalife. E não é que parece mesmo?

series3
Ai, como é duro ser linda, loira, encaracolada e ainda ser a mais “encorpada” da série… Go, new Kelly!

Falta pouco! (Sex and the City Special)

Eu estou ficando sem unhas, de tanto que já as roí em meio ao nervoso pela estréia do filme fashion do ano: Sex and the City. Nem “O Diabo Veste Prada”, nem “Maria Antonieta”. Nenhum outro filme fashion arrancou tantos suspiros, unhas e cutículas do círculo fashionista antes de sua estréia. E agora falta pouco, meus caros. Lá fora, estréia dia 30 de Maio. Por aqui, só no dia 12 de Junho. Enquanto a gente fica aqui se coçando de agonia pra ver o filme, eu preparei um pequeno especial pré-lançamento, só pra gente ir se aquecendo!

Pra começar, o trailer delicioso.

Se você também ficou babando na trilha sonora, pode ouvir de novo a fofa “The Heart Of The Matter”, de India.Arie, clicando no player abaixo.

E além da linda India.Arie e sua balada de coração partido, a cantora/atriz Jennifer Hudson também contribui para a trilha sonora do filme (oba!), com a deliciosa e super contagiante “All Dressed In Love”, que você também pode ouvir aqui! Alguém ainda duvida que o cd da trilha sonora do filme vai ser o próximo must-have da sua coleção de cds, né?

E, enquanto você ouve essas músicas gostosíssimas, que tal dar uma espiada no absolutamente fantástico figurino que a sempre visionária Patricia Field preparou para as meninas do filme? Pode conferir abaixo, entre os cartazes do filme e algumas das últimas fotos divulgadas. Ai, meu Saint Laurent!

 

Não posso esconder nem negar minha preferência e tietagem completa pela Sarah Jessica Parker. Sim, eu me sinto muito Carrie também. Ela comanda não só como protagonista da série e filme, mas também comanda no estilo. Para esse momento “i love SJP”, vale ressaltar que Sarah Jessica Parker estampa a capa da New York Magazine, estonteantemente. Dá uma zoiadinha na capa…

Ai, dá pra ficar mais maravilhosa do que isso?

E, pra fechar (ou abrir) com chave de ouro, não poderia faltar uma capa da musa SJP na poderosa Vogue. Só que, para atingir os leitores no auge do sucesso do filme, nossa eterna Carrie foi escalada para a capa do mês de Junho, logo depois da estréia nas telonas. E quem melhor para acompanhar a senhorita Bradshaw do que o Mr. Big? Sim, o todo-lindo Chris Noth participa do editorial, no melhor estilo Sex and the City de ser. Quer espiar antes de todo mundo? Claro que quer, né? Então veja abaixo.

 

Repetir é preciso

Repetirei a entrada do meu blog pessoal, pois merece ser lida e ouvida aqui também. E também porque eles são lindos, com suas cabeleiras loooongas… Bom, tanto ouvi e vi esse vídeo ultimamente que acabei pintando meus cabelos e unhas de preto, como o belo integrante da finanda banda Extreme. hehehe… Calma, eu não virei emo.

Esse vídeo me traz à mente um tempo em que tudo o que importava era um par de olhos verdes e uma canção num cd de rock. Os olhos verdes se foram. E a canção ficou. Como diria o Seu Madruga, “¡que tiempos aquellos!” E tem uma boa letra.

Filmes para o Natal – Parte 1

Tem uma famosa música da Joni Mitchell, muito linda, que diz:

“Está chegando o Natal,
Eles estão cortando os pinheiros.
Estão colocando renas,
E cantando canções de alegria e paz.
Ah, eu queria ter um rio onde eu pudesse patinar pra longe.

Não neva aqui,
Continua bem verde.
Eu vou ganhar muito dinheiro
E vou deixar esse cenário louco pra trás.
Ah, eu queria ter um rio onde eu pudesse patinar pra longe.”

Acho que, assim como a Joni Mitchell, eu também fico meio frustrada quando chega o Natal e eu não vejo aquilo que o cinema americano sempre vendeu como a imagem natalina: neve branquinha, frio congelante, uma lareira e um pinheiro verdinho. Mas, obviamente, eu ainda amo Natal, sempre amei, afinal eu sempre soube o verdadeiro sentido do Natal. Só que uma das coisas que sempre achei divertidas no Natal e não tem necessariamente muito a ver com seu real significado é que eu sempre podia sentir contar com os típicos filmes de Natal americanos pela televisão. Era divertido! Já reparou que sempre passam os mesmos filmes no Natal? Deve ser alguma espécie de tradição da rede Globo e do SBT, pois eles sempre passam os mesmos filmes. E isso não é necessariamente ruim. Durante minha infância colecionei mentalmente o que eu considero como alguns clássicos para as festas de fim de ano. E agora quero compartilhar com vocês aqui.

Começo a lista de filmes para o Natal com aquele que eu considero como um dos maiores clássicos do Natal de todos os tempos. Ok, você pode até rir, mas… pra sentir aquele clima natalino tem que ter “O Estranho Mundo de Jack” (The Nightmare before Christmas), do também estranho diretor Tim Burton. Ora, Tim Burton é aficcionado por filmes de terror, isso é fato. Então, se ele decide fazer uma animação “infantil” natalina, é óbvio que vai ser uma animação infantil natalina de… terror! Eu consigo me lembrar perfeitamente da sensação de medo e admiração que eu sentia durante o filme. Aquele esqueleto que odiava o Natal e metia medo nas criancinhas… é um negócio tão absurdamente anti-clima-de-natal que eu sinceramente não sei como pode dar tão certo. Mas dá! E suas musiquinhas natalino-sinistras fazem do desenho uma verdadeira obra-prima do Tim Burton, ao melhor estilo musical Disney de ser.

Bom, pra resumir, a história é a seguinte: O pessoal do país do Halloween resolve que vai seqüestrar Papai Noel e tomar o Natal. Isso tudo liderados pela crise existencial do caveiroso Jack Skellington, o rei das abóboras, que anda sentindo falta de algo mais em sua vida, apesar de todo o sucesso do seu Halloween. O mais legal: é todo feito em stop-motion (fotografando os bonecos de massinha quadro a quadro)! Enfim, acho que é um filme pra crianças grandes e pequenas, que sempre me faz sentir bem nos últimos dias do ano.

the-nightmare-before-christmas-poster-c10287770.jpg

Sex and the city and the fashion…

A visionária-musa-inspiradora-de-todos-os-meus-looks-mais-ousados-em-todos-os-meus-sonhos, miss Patricia Field, não perde a mão. A figurinista que mais acertou a mão durante os anos da série televisiva “Sex and the City” está de volta, pra deixar a Carrie mais linda do que nunca! E dessa vez, numa tela muito maior que a da sua tv. Eba, fashionistas agradecem com lágrimas nos olhos!

Viciada? É, eu sou viciada na série. E ultimamente, quando a minha insônia ataca, assistir os dvds das temporadas me faz sentir no céu às 3 e meia da manhã, destrinchando looks e mais looks da senhorita Bradshaw numa New York ainda mais visualmente inspiradora. Ou seja, não é pelo sexo. Mas pela cidade, certamente. E os sapatos! Ai, os sapatos…

Para os que, como eu, estão roendo as unhas de curiosidade sobre o filme, algumas fotinhas já estão circulando pela internet. Será que as meninas da série continuarão esbanjando estilo? Patricia Field ainda acerta a mão? Ao que tudo indica, meus queridos, não ficaremos decepcionados! Confira abaixo a minha outra musa Sarah Jessica Parker como Carrie e seu eterno love Mr. Big, o ator Chris Noth.

carriebig.jpg

Bolsa de torre eiffel. Ok, dá pra perdoar… porque eu quero aquelas sandálias JÁ!!!!