O casamento do ano?

Gente, o casamento do ano não foi o do Príncipe William com Kate Middleton, nem o daquela lindeza da Kate Moss, muito menos o meu (huahuahua!)!!! O casamento do ano, meus caros, só vai acontecer nas telonas do cinema dia 18 de novembro! E você vai poder assistir pagando ingresso! hahaha…

O casamento de Bella e Edward, da Saga Crepúsculo, esse sim será o casamento do ano!

Tá, você pode falar que acha os livros uma melação sem fim, os filmes apenas razoáveis e os atores principais picolé de chuchu. Tudo verdade. Mas isso não impede que você concorde comigo que, com base neste sneak peek do trailer abaixo, vai ser O CASAMENTO mais lindoooooo!!! Que decór mágica, que maquiagem linda da Bella, o véu, o arranjo de cabeça, o altar, o noivo… hehehe!

Pára tudo, dia 18 de novembro eu vou lá conferir toda essa belezura.

A saga videográfica

Uma vez li uma coisa muito certa: Todo casal que vai casar alguma vez já pensou em não ter vídeo no casamento pra economizar. Isso acontece porque, desde os primórdios, vídeo de casamento é uma coisa chata, brega, insuportável de assistir e que ainda custa caro. Acredite em mim, apesar de ainda ser uma coisa cara, hoje a coisa melhorou muito desde aquela época em que a trilha sonora do vídeo de casamento era música do Kenny G. E, por mais que a gente ache que contratando um fotógrafo sensacional (o que é o meu caso! iupi!) o vídeo do casamento não vai fazer falta, ele faz sim. É o registro do seu dia com sons e movimentos, fiel à realidade, seja ela emocionante ou uma videocassetada de casamento! No futuro, seus filhos poderão assistir ao vídeo e ouvir “como a voz do papai e da mamãe era diferente” ou coisa assim, citando o argumento muito válido da nossa linda fotógrafa, Rejane Wolff.

Meu sonho era mesmo ter a equipe do Stillmotion no meu casamento. E eles, definitivamente, ficariam muito felizes de realizar esse meu sonho, desde que eu pague a bagatela de 20 mil reais. Infelizmente, se eu resolvesse trazer o Stillmotion pro meu casório, provavelmente teria que casar de calça jeans e allstar na igreja do meu tio, porque seria de graça, e serviria hotpocket da Sadia na recepção! Hehehehe…

Achar um bom videógrafo no Brasil é bem mais difícil que achar um bom fotógrafo. Posso contar nos dedos das mãos e dos pés os fotógrafos do Brasil que, além de produzirem imagens de qualidade sensacional, ainda tem as manhas de captar aqueles momentos que dinheiro nenhum pode pagar, sem ser aquela coisa clichê que se vê em 8 de cada 10 álbuns. São fotógrafos que realmente contam histórias através de seus álbuns. Eles estão ali para documentar o dia mais importante da sua vida, interferindo o mínimo possível. Claro que eles podem “dirigir” algumas fotos, pedir que pose assim ou assado, mas ainda assim ele tem que ter a sensibilidade de captar não só aquele movimento ensaiado, mas as pessoas e os olhares que jamais se ensaiam. Isso que é gostoso de ver num álbum de casamento, pelo menos na minha opinião. E para isso não basta só ter o melhor equipamento e técnica. Isso é puro feeling, sensibilidade mesmo.

Com o vídeo, o drama é similar. Você tem que encontrar o profissional que capte imagens de qualidade, aquelas que hipnotizam o olhar de tão bonitas. Mas não basta só isso. É preciso encontrar a melhor edição, com os melhores métodos de captação de áudio, as idéias mais frescas e as cenas mais espontâneas. Pós-produção em vídeo de casamento é 50% do jogo. Não é tão fácil achar esses bons profissionais de vídeo aqui no Brasil, principalmente quando a internet facilita o acesso aos vídeos de profissionais estrangeiros do cacife de Cana Video, Joel Serrato e StillMotion, a gente acaba ficando ressentido com as poucas opções que nos são oferecidas aqui.

O Nando Federice escreveu uma vez um post com informações pra ajudar a entender os tipos de vídeo de casamento e os diferentes métodos de trabalho usado pelos profissionais da área. É um relato muito bom pra quem não entende muito do assunto e te põe a faca e o queijo na mão pra hora de fazer a “sabatina” no videógrafo que se pretende contratar. É bom assistir mais do que somente um “trailer” dos vídeos que o profissional faz. Se puder, veja os vídeos na íntegra, repare em tudo e tenha em mente o que você quer e o que não quer no seu vídeo. Faça sua lição de casa e tenha noção total de como você gostaria que fosse seu vídeo.

E uma coisa muito importante que é pouco falada: OS NOIVOS FAZEM TODA A DIFERENÇA! Sim! Vocês são os atores principais desse filme, então vocês tem que fazer valer esse posto de protagonista, né?

Vou exemplificar. Ontem eu estava assistindo o vídeo de casamento de um amigo, o Marcos Botelho. O vídeo dele foi feito por um profissional do Rio de Janeiro (ele casou lá), o Edu Corrêa. O trailer já foi ótimo: as imagens em alta definição, edição super alto astral, divertido… Aí o Marcos publicou o vídeo integral do casório, com 30 minutos de duração. E é simplesmente um dos melhores vídeos de casamento que eu já vi. Sério, assisti sem bocejar nenhum minuto. Me emocionei e dei risada junto com meu noivo. Pensei: “Uau, é esse o cara que eu quero que filme meu casamento! Tem que ser ele!” Fiz um orçamento e veio o veredito: Edu não tinha mais a minha data disponível pra filmar em SP. Deu vontade de chorar, um desespero de não conseguir encontrar mais ninguém que tivesse esse “estilo”. Aí fui olhar o site de um outro videógrafo muito bom de Campinas, com quem eu já havia feito contato anterior. Os vídeos dele também tinham imagens lindas e em alta definição, mas faltava alguma coisa que eu não sabia explicar. Quando voltei ao site do Edu Corrêa e fui assistir vídeos de outros casais que ele já filmou, constatei: NENHUM deles era legal como o vídeo do Marcos e sua esposa! Sabe qual era a diferença? O casal! A qualidade dos vídeos era a mesma do meu videógrafo de Campinas, o estilo de edição era parecido e tudo o mais… A única coisa que mudava: a energia do casal.

Um casal sem graça nunca terá um vídeo super divertido, não importa quem eles contratem pra filmar o casório. É preciso se soltar diante das câmeras. É preciso assumir sua parcela de responsabilidade sobre o vídeo de casamento e se emocionar, relaxar, sorrir, chorar, fazer careta e amar diante das câmeras, sem vergonha de ser você mesmo. A Sammia fala mais sobre isso em seu blog, onde publicou um guia de filmagem de casamento INDISPENSÁVEL, dividido em dois posts: 1 e 2. Eu recomendo altamente que você que está enlouquecida procurando um videógrafo bom, vá lá e leia TUDO antes de fechar com quem quer que seja (a não ser que seja StillMotion! Aí pode pular essa fase! hahaha!). E bom vídeo pra você. 😉

Casórios que fazem minha cabeça

Provavelmente eles não tem muito a ver com o que estou planejando pra mim. Mas a estética de alguns é próxima. Nada mais inspirador do que uma noiva de filme ou de novela pra fazer a mulherada suspirar e desejar ser arrebatada até o altar pelo príncipe encantado a cavalo.

Pieguices à parte, tenho que dizer: sou fã da Cons e adorei este post sobre casamentos de cinema que ela mais gosta. Não quero copiar o tema nem nada, mas vou postar alguns casórios que não são da vida real (filme, série, novela) que são uma inspiração gostosa e colírio para os olhos!

Na categoria novela, tem um casamento que arrancou mais suspiros meus do que eu previa. Eu não assistia a novela, mas sempre que rolava um casamento, minha mãe gritava pra eu correr e assistir. E esse casório foi uma gracinha: Aninha + Ricardo, da novela Paraíso. Mais gracinha ainda por conta do vestido de patchwork de rendas off white da Carol Nasser. É bucólico, é interiorano, é vintage, é um sonho.

Na categoria séries, tem um casório que eu amo: Chandler + Monica, de Friends. Além de ser extremamente engraçado, eu achei tudo muito bonito, apesar daquela estética americana. Mas estava tudo muito discreto e gracioso. Adorei o fato da Monica ter usado o cabelo solto e os buquês de callas em tom de coral das madrinhas foi perfeito. Tudo ao som de um quarteto de cordas. Chic and fun!

Na categoria filme, um casamento que tranquilamente levaria o Oscar de melhor tudo é o de Mamma Mia. Praia, descontração, tons dourados… Perfeito. Mas outro casório de filme que chamou bastante minha atenção foi do filme “Se beber, não case”. Tá, eu sei, esse filme é o cúmulo da comédia trash. Mas é divertido e a decór do casório é de tirar o fôlego. Confira as cenas da decoração no início do filme e ao final, já na festa, com a infame banda cantando “Candy Shop” do 50 Cent. Impagável!

Quando o amor faz o estilo

É até comum que queiramos fazer todos os gostos do amado quando estamos apaixonadas, né? A gente veste a roupa que eles gostam, da cor que eles gostam mais… E, com o tempo, o convívio nos torna mais próximos em gostos e até mesmo um pouco parecidos fisicamente. Mas tem casal que vive a coisa mais… digamos… intensamente. É tanto amor (ou coisa parecida) que algumas namoradas chegam a anular seu próprio estilo e viram a versão feminina do amado.

evan-rachel-wood-martial-arts
Evan Rachel Woods antes de Marilyn Manson cruzar seu caminho.

Por exemplo, se você é a namorada do Marilyn Manson, pode ir esquecendo aquele fim de ano pegando um bronze numa praia de Cabo Frio. O negócio é adotar o bronzeado pálido do cantor, pintar o cabelo de preto como o cantor e começar a vestir preto… como o cantor! A atriz Evan Rachel Wood, de apenas 21 aninhos desistiu de seu look loirinha para aderir ao mesmíssimo estilo burlesco-das-trevas de Dita Von Teese, também ex de Marilyn Manson. Cada louco com sua mania, né? Medo.

evan-vonteese
Um doce pra quem acertar quem é a Evan e quem é a Dita.

Nesse clima de vestir-se para o amor, Paris Hilton também começou a andar à imagem e semelhança do amado. Desde que começou a namorar Benji Madden, da banda de rock Good Charlotte, Paris começou a adotar peças mais grunge e com um certo rock feeling em seu guarda-roupa. Ela, que sempre foi famosa por seu estilo glamuroso over a qualquer hora do dia, agora desfila pelas ruas fazendo compras com o namorado roqueiro em looks que com certeza poderiam ser usados pela dumpster dressing Mary Kate Olsen. Agora, se essa mudança é boa ou não, aí paira a pergunta no ar…

paris_hiltonparis benji petco 2 230408
A vida era mais glamurosa e charmosa quando Paris saía às compras usando lindamente um vestidinho Missoni ou um longo branco esvoaçante. Chic!

paris sanderson hotel 150408parishiltonbenji
Agora ela sai assim, pra não destoar do amado…